Comissão Especial da Saúde realizou reunião na manhã desta quinta-feira


A Comissão Especial para tratar sobre a área da saúde pública em Ijuí, instituída através da Resolução nº 1.236, de 24 de novembro de 2017, e alterada pelas Resoluções nº 1.238, de 08 de dezembro de 2017, e 1.250, de 26 de março de 2018, presidida pelo vereador Adalberto Noronha, realizou uma reunião na manhã desta quinta-feira, 26, no Plenário da Câmara Municipal de Ijuí.

Estiveram participando do encontro, além dos vereadores, o Secretário Municipal de Saúde, Josias Pinheiro, a Diretora Executiva do Hospital Bom Pastor, Rosane Schiavo, o Presidente do HCI, Claudio Matte Martins, representantes da 17ª CRS, do Cisa, do Samu/ Salvar, do Conselho de Saúde e os presidentes de alguns Bairros.

Na ocasião o Presidente da Comissão, Adalberto Noronha falou sobre o objetivo da Comissão Especial para tratar da saúde pública e apresentou as principais questões e reivindicações levantadas durante as reuniões que já aconteceram em alguns distritos do interior e em alguns bairros do município.

Entre as reclamações da população está a falta de atendimento na área de oftalmologia, traumatologia e ortopedia, visto que, em outros municípios essas especialidades são referencias, ocasionando transtornos aos usuários que precisam deslocar-se para consultar fora de Ijuí e ainda gera um custo ao município.

Adalberto Noronha também citou outra dificuldade que a comunidade enfrenta, quanto a demora excessiva na liberação de consultas/exames e cirurgias, bem como a demora/burocracia do SAMU Salvar.

O vereador que também integra a Comissão Especial, Jeferson Dalla Rosa, falou sobre as questões levantadas e sobre o congelamento de investimentos do governo federal na área da saúde, onde também ressaltou que os usuários estão abandonando os planos de saúde e migrando para o SUS.

No município há pontos positivos na saúde como a vinda do curso de medicina e as melhorias realizadas no hospital Bom Pastor, afirmou o vereador Jeferson Dalla Rosa.

De acordo com o Secretário de Saúde do município, Josias Pinheiro, é preciso enaltecer a excelente saúde pública que há em Ijuí como um todo, citou então todos os pontos positivos, afirmando que o município investe mais do que prevê a Lei Orgânica.

Josias Pinheiro explicou que na questão da traumatologia e oftalmologia ocorre muita burocracia e o paciente é penalizado por conta disso. O secretário ainda falou que os recursos recebidos da União e do Estado não são suficientes, sendo que no caso do Cisa, a grande dificuldade são os agendamentos, pois os profissionais reservam poucas vagas para atender pelo Cisa, bem como a questão da reconsulta que o Cisa não aceita dentro do prazo de 30 dias.

A diretora executiva do Hospital Bom Pastor, Rosane Schiavo, falou sobre as referencias para fora do município, que no caso da oftalmologia as pessoas acabam indo diversas vezes ao município de Tenente Portela, e na maioria dos casos são pessoas idosas.

Rosane Schiavo ressaltou que o Bom Pastor trabalha desde 2002, na área da oftalmologia, onde dispõe de três profissionais, que atuam fortemente nas cirurgias de catarata, realizando em torno de 60 cirurgias mensais, mas infelizmente o hospital não conseguiu se credenciar pelo SUS, devido à burocracia.

O Presidente do HCI, Claudio Matte Martins, apresentou o novo diretor executivo do HCI Fernando Beck, e falou do encontro que esteve participando em Porto Alegre, juntamente com a 17ª CRS, tentando dar resolutividade para a questão de oftalmologia e traumatologia.

O diretor executivo, Fernando Beck falou que o HCI busca atender a traumatologia de média complexidade, bem como estão tentando o credenciamento de uma unidade intensiva de tratamento para AVC.

Já o representante do Cisa, esclareceu que o Cisa não compete com o SUS e apenas complementa o sistema, e este órgão foi criado pelos municípios, ressaltou ainda que os profissionais não querem atender SUS, pois o Estado paga muito pouco.

O presidente da Comissão Especial, vereador Adalberto Noronha, frisou que é preciso assumir que os problemas existem e enfrentá-los, pois justificar os problemas não vai dar resolutividade a eles.

O vereador Junior Carlos Piaia, destacou a importância do debate e que é possível melhorar o sistema, ressaltou que no caso do credenciamento do Bom Pastor para a oftalmologia, a comissão deve tratar diretamente com o Secretário Estadual de Saúde e, no caso das reconsultas do Cisa, a Secretaria Municipal, deve tomar medidas firmes junto ao Cisa, para que o profissional seja responsabilizado.

A representante da 17ª CRS, Dulcinéia Dambros, esclareceu que os médicos do Cisa, não dão sequência no atendimento ao paciente, ela sugeriu uma conversa para rever o Cisa e a estratégia de investimento dos municípios, que no caso da traumatologia, a situação é bastante grave na alta complexidade, e que a Coordenadoria está reavaliando todos os casos.

O Presidente do Conselho de Saúde, Moacir Deves, solicitou que a UABI esteja mais presente no Conselho de Saúde, esclarecendo que a entidade tem três vagas neste Conselho, falou também sobre o simpósio ocorrido em Brasília, sobre um novo SUS, onde os maiores favorecidos seriam os planos de saúde, também abordou sobre a relação profissional/SUS.

O vereador Jorge Amaral, falou sobre diversos casos práticos de vários pacientes que estão aguardando a marcação de exames, sendo casos graves. Ele sugeriu que os gestores de saúde tenham uma equipe qualificada para dar o devido encaminhamento, pois muitas vezes a pessoa que atende nos encaminhamentos não tem noção, por desconhecimento mesmo, da gravidade dos casos.

Como encaminhamento, o Presidente da Comissão Especial, vereador Adalberto Noronha sugeriu que o setor de regulação do município elabore um projeto de regionalização do Samu/Salvar, e que o Cisa notifique os profissionais quanto as consultas de retorno, bem como quanto às referências e contra referências. Também irá agendar uma conversa com o Secretário Estadual de Saúde.

A próxima reunião da Comissão Especial da Saúde com os demais envolvidos na área, ficou marcada para o dia 29 de maio, com início às 08 horas, na Câmara de Vereadores.

Comissão Especial da Saúde realizou reunião na manhã desta quinta-feira

Comissão Especial da Saúde realizou reunião na manhã desta quinta-feira

Comissão Especial da Saúde realizou reunião na manhã desta quinta-feira

Comissão Especial da Saúde realizou reunião na manhã desta quinta-feira



Enviar por e-mail Imprimir

Fale conosco

Mande suas críticas e sugestões para o portal

Contato

Imprensa

Se você é imprensa cadastre-se e receba as notícias fresquinhas

Cadastre-se

Curta

Rua Benjamin Constant, 116, Centro, 98700-000, Ijuí - RS
Caixa Postal, 541 - Cep: 98700-000 - Telefone: (55)3331-0100

Horário de atendimento: Atendimento ao público de segunda-feira: 12h às 18h. De terça a sexta-feira: 07h às 13h. Segundas-feiras sessão plenária ordinária a partir das 18 horas.

Visualizar mapa